FASETE - Faculdade de Sete de Setembro

Revista Rios Eletrônica

Revista Eletrônica da Faculda Sete de Setembro - FASETE
ISSN 1982-055


Edição 2017 - n. 13

VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA: uma análise das consequências

Dayze Carvalho Santiago / Wanessa Kerlly Silva Souza / Renata Fernandes do Nascimento

RESUMO

As consequências da violência obstétrica ocasionadas nas mulheres é resultado de um conjunto de fatores onde envolve ações desrespeitosas que ferem a dignidade feminina, tal violência se caracteriza por procedimentos rotineiros que são realizados de forma desnecessária. Atualmente, existem alguns estudos que questionam o uso de muitos desses procedimentos, no entanto, ainda são realizados indiscriminadamente. A partir dessa problemática o objetivo deste trabalho foi identificar quais as consequências que a violência obstétrica ocasiona nas mulheres. Para tanto, este trabalho foi realizado através de uma revisão de literatura, foi inicialmente realizado uma busca de artigos da Biblioteca Virtual de Saúde (BVS), na SCIELO, na FEBRASGO e ABENFO, além de consultas a livros e sites de órgãos oficiais como a Organização Mundial da Saúde (OMS), Portarias e Leis do Ministério da Saúde, e revistas especializadas no tema. Observou-se que as intervenções obstétricas são realizadas de forma rotineira e os critérios instituídos para sua aplicação não são respeitados pelos profissionais, tampouco a opiniões e vontades das mulheres que fazem parte desse processo são levadas em consideração. Nota-se que é indispensável que haja uma reavaliação da eficácia e da necessidade na realização dessas intervenções obstétricas, levando em conta os riscos e desconfortos para as mulheres que passam por esses procedimentos, no intuito de permitir que o parto normal aconteça de forma mais natural possível.

PALAVRAS-CHAVE: Obstetrícia. Parto Humanizado. Cesárea. Violência obstétrica.

ABSTRACT

The consequences of obstetric violence against women are result of a set of factors that involve disrespectful actions that damage female dignity. Such violence is characterized by routine procedures that are realized unnecessarily. Currently, there are some researches that question the use of many of these procedures, however, they are still indiscriminately conducted. From this problem, the objective of this work was to identify what consequences the obstetric violence cause on women. For this, this work was conducted through a literary revision, by means of a research among the articles in the Health Online Library (BVS), in SCIELO, FEBRASGO and ABENFO, as also by consulting books and websites of official organs such as the World Health Organization, Health Ministry and periodicals about the theme. It was observed that the obstetric interventions are realized constantly and the criteria used for their applications are not respected by the professionals, either are the will of the women. It was noticed the necessity of a reevaluation of the efficacy and the needing of these obstetric interventions, considering the risks and discomfort suffered by women that are submitted to these procedures, in order to allow the normal childbirth to occur as naturally as possible.

KEYWORDS: Obstetrics. Humanized birth. Cesarean. Obstetric violence.

PDF


Conteúdo da revista

Pesquisa

Indexadores

  • LatIndex
  • LivRe!
  • LivRe!

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino LTDA
Rua Vereador José Moreira nº 1000 - Perpétuo Socorro - CEP: 48603-004 - Fone/Fax: (75) 3501-0777 - Paulo Afonso - Bahia - Brasil