FASETE - Faculdade de Sete de Setembro

Revista Rios Eletrônica

Revista Eletrônica da Faculda Sete de Setembro - FASETE
ISSN 1982-055


Edição 2016 - n. 11

INFLUÊNCIAS DA EDUCAÇÃO MILITAR PARA FORMAÇÃO DE GESTORES: valores, habilidades e competências.

André Melo Sales / Jacques Fernandes Santos / Vinícius Silva Santos

RESUMO

Os jovens nascidos nos anos 80, integrantes da chamada ‘geração Y’, começam a figurar na contemporaneidade como gestores empresariais, criando um novo perfil e sendo, muitos destes: dinâmicos, brilhantes, interativos e audaciosos. Porém, quando avaliados por indivíduos de gerações anteriores, muitas vezes são vistos como impacientes ou descomprometidos. Este descompasso de visões suscitou uma gama de estudos, iniciados em 1998 por Jean Guilemin, analisando sociedade, empresas e corporações militares, nos Estados Unidos, denotando que seria resultado de um novo cenário corporativo, fruto da convivência entre baby boomers e gerações “x”, “y” e “z”, com alto grau de intercepção dos modelos militares de educação, que exaltam a importância da hierarquia e disciplina, aplicados também no mundo corporativo. Assim, este estudo aborda uma tentativa de releitura local do estudo de Guilhemin, utilizando como escopo profissionais formados em Administração pela FASETE, que foram oficiais do serviço militar, através da 1ª Companhia de Infantaria de Paulo Afonso, unidade do Exército Brasileiro. Oferece, inicialmente, uma pesquisa bibliográfica e, posteriormente, uma pesquisa com abordagem quali-quantitativa, baseada em metodologia de grupo focal, com profissionais que serviram como oficiais do exército, atuantes como gestores do mercado privado ou em cargos de gerência, diretoria e coordenação. Por fim, estabelece-se uma linha de comportamentos no grupo focal utilizado, concluindo que os hábitos da educação militar têm colaborado com um novo perfil gerencial no mercado.

PALAVRAS-CHAVE: Gestão Empresarial, Formação Militar, Liderança.

ABSTRACT

The young ones born in the eighties, members of the so called “Y generation”, begin to figure in contemporaneity as business managers, creating a new profile and being, many of these: dynamic, brilliant, interactive and audacious. However, when evaluated by individuals of previous generations, they are often seen as impatient or uncompromised. This difference of visions based many studies, initiated in 1998 by Jean Guilhermin, analyzing the society, enterprises and military corporations, in United States, denoting that would be result of a new corporative scenario, product of the coexistence between baby boomers and the generations “x”, “y” and “z”, with a high degree of interception of the military models of education that exalt the importance of hierarchy and discipline, applied also in the corporative world. Thus, the study approaches a tentative of local rereading of Guilhermin’s study, using as scope the professionals graduated in Business Administration from FASETE, that were officers of military services through the 1º Infantry Company of Paulo Afonso, unity of the Brazilian Army. Offers, initially, a bibliographical research and, posteriorly, a research with qualitative and quantitative approach, based on focal group methodology with professionals that served as officers in the army, active as managers of public or private job market, or in management, board or coordination positions. Finally, it is stablished a model of behaviors in the studied focal group, concluding that the habits of military education have been collaborating with a new managing profile in the market.

KEYWORDS: Business Management, Military Training, Leadership.

PDF


Conteúdo da revista

Pesquisa

Indexadores

  • LatIndex
  • LivRe!
  • LivRe!

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino LTDA
Rua Vereador José Moreira nº 1000 - Perpétuo Socorro - CEP: 48603-004 - Fone/Fax: (75) 3501-0777 - Paulo Afonso - Bahia - Brasil