FASETE - Faculdade de Sete de Setembro

Revista Rios Eletrônica

Revista Eletrônica da Faculda Sete de Setembro - FASETE
ISSN 1982-055


Edição 2016 - n. 11

PRODUÇÃO TEXTUAL E ENSINO: Considerações sobre letramento, formação e identidade do professor de língua materna

Silvio Nunes da Silva Júnior / Eliane Bezerra da Silva

RESUMO

O presente trabalho foi realizado com apoio da FAPEAL – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas. Objetiva refletir sobre o ensino de produção textual em língua portuguesa como língua materna através de pontos importantes como a constituição do letramento do professor para/na prática da produção textual, a formação docente e a identidade profissional adquirida pelo professor no decorrer de seu trajeto em sala de aula. Assim, denominamos a narrativa autobiográfica como corpus da pesquisa, utilizando, para a análise, o método interpretativista da pesquisa qualitativa, dividindo-a em dois tópicos: a carga horária da disciplina de língua portuguesa e o planejamento educacional, atrelando essas noções à produção textual em sala de aula e as possíveis implicações desses aspectos para a obtenção de resultados positivos e negativos no processo de ensino-aprendizagem. Diante disso, as principais constatações giram em torno de uma crise na identidade dos docentes colaboradores, por alguns pontos que levam o professor a deixar de lado a busca por qualificação necessária para a constituição de olhares contemporâneos para a produção textual de seus alunos, o que dificulta o processo de letramento, sejam eles: a desvalorização profissional, as relações interpessoais e a falta de planejamento educacional para abranger os conteúdos necessários na curta carga horária da disciplina.

PALAVRAS-CHAVE: Produção Textual. Língua Portuguesa. NarrativaAutobiográfica.

ABSTRACT

The present work was supported by FAPEAL – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Foundation of Support to Research of the State of Alagoas). It aims to reflect about the teaching of text production in Portuguese as mother language through important points such as the constitution of literacy of the teacher to/in the practice of text production, the teaching formation and the professional identity acquired by the professor during its path in classroom. Thus, we denominate the autobiographical narrative as corpus of the research, utilizing, for analysis, the interpretative method of the qualitative research, dividing it in two topics: the workload of the Portuguese subject and the educational planning, tying these notions to the text production in classroom and the possible implications of these aspects for acquiring positive and negative results in the teaching and learning process.This way, the main observations are about an identity crisis of the collaborative teachers, by some points that take the professor to leave behind the search for required qualification to constitute a contemporary look for the text production of its students, what hampers the literacy process, being them: the professional devaluation, the interpersonal relations and the lack of educational planning to contemplate the necessary contents in the short workload of this subject.

KEYWORDS: Text Production. Portuguese language. Autobiographicalnarrative.

PDF


Conteúdo da revista

Pesquisa

Indexadores

  • LatIndex
  • LivRe!
  • LivRe!

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino LTDA
Rua Vereador José Moreira nº 1000 - Perpétuo Socorro - CEP: 48603-004 - Fone/Fax: (75) 3501-0777 - Paulo Afonso - Bahia - Brasil