FASETE - Faculdade de Sete de Setembro

Busca Buscar

Bolsas e Linhas de Crédito

Educação Física

O profissional de Educação Física como promotor da qualidade de vida

- Natália Cleuber | Dep. de Comunicação

Sabe-se que a prática de exercícios físicos promove melhorias para a saúde e, mais do que nunca, as pessoas desejam uma vida saudável. O profissional de Educação Física é aquele que pode prescrever como alcançar esse objetivo.

Por este motivo, sua atuação profissional é fundamental nas escolas - apresentando a prática esportiva e os hábitos de vida saudável - ou nas academias, centros de treinamento, escolinhas de esporte, prescrevendo e acompanhando atividades físicas. Por isso, a tendência é que a profissão continue sendo valorizada.

 

Mas o que é qualidade de vida?

De acordo com a Organização Mundial da Saúde – OMS, a Qualidade de Vida é "a percepção do indivíduo de sua posição na vida, no contexto da cultura e sistema de valores nos quais ele vive e em relação aos seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações", ou seja, depende de acordo com a cultura, os objetivos e as expectativas de cada pessoa.

Mas, alguns aspectos são comuns e universais, como o bem-estar físico e psicológico, relações sociais, o ambiente, o nível de independência e as crenças pessoais ou religiosidade. A estes 6 itens deram o nome de “domínios”, ou seja, são os principais aspectos que determinam a Qualidade de Vida de uma pessoa. Cada um destes domínios possui suas características.

E, certamente, o bem-estar físico está na base da qualidade de vida – tendo em vista o modo como vivemos cercados pelo corre-corre da modernidade – por isso, investir em uma rotina mais saudável com exercícios pode trazer equilíbrio para vários pontos.

É aí que entra em cena o papel fundamental do profissional formado em Educação Física. Juntamente com outros profissionais, ele é o mais indicado para orientar uma rotina de atividades que incluem práticas esportivas, terapias ou musculação para ter um estilo de vida que vai proporcionar longevidade com felicidade e realização.

 

Boa Alimentação + Exercícios Físicos

De fato, a boa alimentação é forte aliada dos exercícios físicos para que juntos, proporcionem uma melhor qualidade de vida. Por isso, além de mover-se pelo menos 150 minutos semanais (indicação da OMS), o indivíduo deve evitar, em linhas gerais, o excesso do consumo de alimentos ricos em sódio, corantes, açúcares e conservantes.

Os alimentos que possuem essas características, ao serem associados a uma vida sedentária, são responsáveis por diversas doenças como hipertensão, diabetes, obesidade, colesterol alto, entre outras. E esses fatores quando associados a um histórico familiar, faz com que a pessoa seja ainda mais suscetível a essas doenças.

 

A formação do profissional de Educação Física

Devido a importância do profissional de Educação Física na promoção da saúde, o Ministério da Saúde incluiu a atividade física no Sistema Único de Saúde (SUS). As atividades são vistas como um importante elemento para proporcionar qualidade de vida à população. A partir de então, as clínicas, academias e centros de reabilitação passaram a funcionar com a obrigatoriedade da figura do profissional de Educação Física.

Tal mudança foi refletida, também, nos currículos de formação desse profissional e, no início dos anos 2000, os currículos dos cursos de Educação Física foram modificados. A partir de então, foram criados cursos separados para a licenciatura e o bacharelado, formando profissionais com atuações diferenciadas na sociedade.

Conheça as diferenças de cada formação:

- Licenciatura

O profissional de Educação Física licenciado está habilitado a atuar em escolas públicas e privadas, em todos os níveis de ensino: educação infantil, ensino fundamental e ensino médio. É de responsabilidade desse professor planejar e promover a cultura corporal de movimento focada nos esportes, ginástica, dança, lutas, jogos e brincadeiras.

- Bacharelado

O profissional bacharel está habilitado para atuar em todas as áreas não formais da Educação Física, ou seja, em academias, clubes, escolinhas de esporte, área fitness (treinamento funcional, Crossfit), personal trainer, treinamento de alto rendimento, gestão esportiva, além de práticas corporais alternativas (yoga, tai chi chuan, pilates) e na área de saúde pública.

Na Faculdade Sete de Setembro - FASETE, em Paulo Afonso/BA, é ofertado o curso nas duas modalidades. Para ficar com atuação plena, o aluno que concluir a licenciatura ou o bacharelado, terá que realizar mais um ano de graduação, para possuir as duas habilitações. Ou seja, na FASETE, em 10 semestres, é possível tornar-se licenciado e bacharel em Educação Física.

 

 O papel do profissional da Educação Física na sociedade

A valorização do bem-estar e da qualidade de vida tem aquecido o mercado de trabalho para os graduados em Educação Física. Mas o papel do profissional de Educação Física vai além de orientar exercícios físicos. Esse profissional é promotor da saúde e da qualidade de vida para a sociedade.

Com todo o conhecimento adquirido durante a formação acadêmica, o profissional de Educação Física, ao promover a saúde através da prática de atividades físicas, ele proporciona, automaticamente, a melhoria da qualidade de vida das pessoas. Por isso, esse profissional tem sido tão requisitado.

Na FASETE, o profissional formado em Bacharelado ou Licenciatura em Educação Física sai da faculdade para o mercado de trabalho totalmente apto a proporcionar uma saúde melhor aos seus alunos e /ou clientes, e possui toda capacidade técnica para orientá-los na direção dos seus objetivos.

Após os 8 semestres (4 anos) de formação acadêmica na FASETE, seja como bacharel ou como licenciado, o profissional de Educação Física estará habilitado, legalmente, para prescrever e orientar qualquer tipo de exercício físico ou iniciação e aperfeiçoamento esportivo.

Hoje em dia, o profissional de Educação Física  desenvolve um papel que vai além da visão de um trabalho meramente estético, é um profissional da saúde, com capacidade de intervir no processo do desenvolvimento humano, compondo equipes multidisciplinares que visam a melhoria da saúde dos indivíduos da sociedade e colabora profundamente na qualidade de vida e bem-estar.

 

Mercado de trabalho

As oportunidades aparecem em instituições públicas ou privadas. Seja através de programas de promoção da saúde e bem-estar, por meio de exercícios físicos, seja dando instruções para atletas. Assim, profissional de Educação Física , como profissional da saúde, atua em clubes, academias e ambientes de ensino formal (escolas).

Há também boas chances em grandes empresas, que criam programas de qualidade de vida para os colaboradores. Em hotéis e resorts, o profissional é chamado para, principalmente, promover atividades de recreação. Empresas de seguro de saúde procuram profissionais para atuar em centros de saúde preventiva.

Para exercer a profissão é obrigatório o registro no respectivo conselho: Conselho Federal de Educação Física – CONFEF, ou Conselho Regional de Educação Física - CREFS.

Que tal proporcionar qualidade de vida para as pessoas? Faça Educação Física na FASETE e seja um promotor de saúde e bem-estar na sociedade!

Para saber mais sobre o curso, assine nossa newsletter.

Leia Mais

1 até 9 de 210 Próximo »   Último »
Credenciada: FIES Prouni
Associada: ABED - Associação Brasileira de Educação a Distância ABMES - Associação Brasileira de Montenedoras de Ensino Superior Crea-BA: Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia MUTUA - Caixa de Assistência dos Profissionais do CREA