Biomedicina leva alegria para crianças indígenas