Edição 2015

REPRESENTAÇÕES DA NATUREZA EM HOJE É DIA DE MARIA – PRIMEIRA JORNADA

João Gabriel Carvalho Marcelino / Joranaide Alves Ramos

RESUMO

Neste estudo, analisa-se a relação do meio ambiente com o homem na microssérie Hoje é dia de Maria – Primeira Jornada (2005), baseada na obra de Carlos Alberto Soffredini. Para tanto, são observadas as representações da natureza na obra, como tais representações aparecem e quais simbologias estão atreladas a elas. Utilizando-se o ponto de vista ecocrítico, aborda-se a relação entre o humano e o não-humano, como a natureza influencia a narrativa e os personagens e como o ser humano é refletido no meio ambiente através das suas ações e da sua própria natureza. Observa-se também como o texto se conecta ao folclore, aos contos de fadas e a religiosidade apresentando a intertextualidade com tais temas, como consequência da globalização, relacionando-se assim à crítica cultural. Desta forma, é possível observar como o meio ambiente pode ser representado no texto, como as relações do ser humano com o espaço e o ambiente são refletidas na obra, como as mudanças no ambiente e no clima alteram o rumo das personagens, e como os intertextos trazem contos, lendas e crenças para a história de forma revista para se ambientar nos acontecimentos da narrativa. Para este estudo utilizam-se as reflexões de Almeida (2008), Vieira (2011) e Santos (1994), entre outros.

PALAVRAS-CHAVE: Crítica cultural. Ecocrítica. Hoje é dia de Maria.

ABSTRACT

This study analyzes the relation of environment with man in the micro-series Hoje é dia de Maria – Primeira Jornada (2005), based on the work of Carlos Alberto Soffredini. For this, are observed the representations of nature in the work, how such representations appear and what symbologies are tied to them. By utilizing the ecocritic viewpoint, it is approached the relation between human and nonhuman, how the nature influences the narrative and the characters, and how the human being is reflected in the environment through its actions and through its own nature. It is also observed how the text is connected to the folklore, to the fairytales and religiosity, presenting the intertextuality with such themes, as consequence of globalization, thus relating to the cultural criticism. This way, it is possible to observe how the environment may be represented in the text, how the relations of the human being with the space and the environment are reflected in the work, how the changes in the environment and in the weather change the course of the characters, and how the intertexts bring tales, legends and beliefs to the story in a reviewed way, to acclimatize with the events of the narrative. For this study, are utilized reflections of Almeida (2008), Vieira (2011) and Santos (1994), among others.

KEYWORDS: Cultural Criticism. Ecocriticism. Hoje é dia de maria.

PDF

FASETE - Faculdade Sete de Setembro
Avenida Vereador José Moreira, nº 1000 - Perpétuo Socorro - CEP: 48603-004
Fone/Fax: (75) 3501-0768
Paulo Afonso - Bahia - Brasil
FASETE